Google+ Followers

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Pagando a língua... "O poder da escolha"


    Pois é a gente cospe para cima e cai na testa...
    Sempre achei esse lance de deixar filho escolher presente uma loucura! Sou do tempo que minha mãe mandava a gente escolher 3 brinquedos para ganhar de presente e se dependesse ainda ganhava um sapato, afinal não se pode ter tudo! (lição de vida?)
    Decidi que faria o mesmo com meus filhos, escolheriam 3 opções e eu compraria uma. Assim seria algo que ele escolheu mais ainda teria a surpresa!
    Agora minha pequena está com 3 anos, e tudo que olha na televisão ela quer... Maldito Graças ao    Discovery kids que nesta época passa mais propaganda do que programação é um tal de: “Mãe compra este?”, “Mão compra esta boneca com as coisinhas dela?” e por aí vai... decidi não me estressar e a todos respondo que sim! E olha que tenho que ver o bendito brinquedo e disser que sim, senão ela fala que eu não vi qual era...


     Aí com calma pergunto a ela o que ela quer ganhar de dia das crianças. (lembra do lance dos 3 brinquedos?) e ela diz prontamente: Uma bicicleta rosa com capacete rosa! Achei até que foi fácil...
     Hoje a levo para ver bicicletas, afinal qual o tamanho ideal se você não leva a criança para subir na bicicleta? E converso com ela, explicando que iríamos ver a bicicleta e falar para o papai comprar, pois a mamãe não tinha dinheiro e que ele iria pegar a bicicleta.Beleza!
     Para o meu espanto ela com seus 3 anos entendeu muito bem o lance de não ter dinheiro, mas ao entrar numa loja onde tinha várias opções... a bicicleta perdeu a vez!Isso mesmo, agora era uma tal de quero isso e isso, quero todooos..... a vendedora riu na hora do “quero todooooos” e eu também.
      Conversei com ela e falei que ela tinha que escolher e agora ela quer um carrinho de bonecas...Beleza, encomendei esse aqui que não vai chegar a tempo mais tem uma bonequinha guardada para ganhar no dia.
 
      Agora a melhor parte, eu sempre compro massinhas, giz de cera, lápis de cor, livros de colorir, quebra cabeças para ela brincar em casa. Então decidir achar aquelas aquarelas para ela.
Entrei numa loja e achei a aquarela e ela “adorou” (como ela mesmo diz), mandei ela escolher um livro de colorir e a mesma me perguntou se eu tinha dinheiro  já que eu estava indo para o caixa,respondi que sim e lá se foi minha filha toda feliz com sua aquarela e seus livros de colorir que me custaram R$11,00.
       Se você perguntar o que ela quer de dia das crianças, ela diz que o presente é aquarela... até quando vai ser assim? Não sei, mas é muito gostoso você ver uma criança abdicando de um presente de R$ 300,00 por coisas mais simples...
        E pode ser que até o dia das crianças ela já tenha escolhido outro presente. Vai saber?!
E viva a inocência! Deles e nossa também...