Google+ Followers

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Mude...


Mude.
Lembre-se de que a Vida é uma só.
Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.
Seja criativo.
Grite o mais alto que puder no espaço vazio.
Deixem pensar que você está louco.
Aproveite para fazer uma viagem despretensiosa,longa, se possível sem destino.
Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas, mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia.
A positividade que você está sentindo agora.
Só o que está morto não muda!
Texto de Edson Marques




Quem disse que você não pode mudar?Quem disse que não pode tentar algo novo?Ou ter novas opniões? 
Eu sou geminiana e estou sempre mudando, me reinventando... não quer disser que tenho duas caras, ou duas opniões... Quer disser que estou aberta a aprender algo novo, a ter segundas opniões, a ver as coisas de outro ângulo... 
E você já percebeu o quanto mudou? Não só fisicamente, mas pscilogicamente se reinvente você também!!!
" A mudança que você espera do mundo deve começar por você"



sábado, 28 de agosto de 2010

Querer mais


Era uma festa familiar, destas que reúnem tios, primos, avós e alguns agregados que ninguém conhece direito. Jogada no sofá, uma garota não estava lá muito sociável, a cara era de enterro.
Quieta, olhava para a parede como se ali fosse encontrar a resposta para a pergunta que certamente martelava em sua cabeça: o que estou fazendo aqui?
            De soslaio, flagrei a mãe dela também observando a cena, inconsolável, ao mesmo tempo em que comentava com uma tia.
"Olha pra essa menina. Sempre com esta cara. Nunca está feliz. Tem emprego, marido, filho. O que ela pode querer mais?"
Nada é tão comum quanto resumirmos a vida de outra pessoa e achar que ela não pode querer mais./ Fulana é linda, jovem e tem um corpaço, o que mais ela quer? Sicrana ganha rios de dinheiro, é valorizada no trabalho e vive viajando, o que é que lhe falta?
Imaginei a garota acusando o golpe e confessando: sim, quero mais!!!
Quero não ter nenhuma condescendência com o tédio, não ser forçada a aceitá-lo na minha rotina como um inquilino inevitável.
A cada manhã, exijo ao menos a expectativa de uma surpresa, quer ela aconteça ou não. Expectativa, por si só, já é um entusiasmo.
Quero que o fato de ter uma vida prática e sensata não me roube o direito ao desatino.
Que eu nunca aceite a idéia de que a maturidade exige um certo conformismo.
Que eu não tenha medo nem vergonha de ainda desejar.
Quero uma primeira vez outra vez.
Um primeiro beijo em alguém que ainda não conheço, uma primeira caminhada por uma nova cidade, uma primeira estréia em algo que nunca fiz, quero seguir desfazendo as virgindades que ainda carrego, quero ter sensações inéditas até o fim dos meus dias.
Quero ventilação, não morrer um pouquinho a cada dia sufocada em obrigações e em exigências de ser a melhor mãe do mundo, a melhor esposa do mundo, a melhor qualquer coisa.
Gostaria de me reconciliar com meus defeitos e fraquezas, arejar minha biografia, deixar que vazem algumas idéias minhas que não são muito abençoáveis.
Queria não me sentir tão responsável sobre o que acontece ao meu redor.
Compreender e aceitar que não tenho controle nenhum sobre as emoções dos outros, sobre suas escolhas, sobre as coisas que dão errado e também sobre as que dão certo.
Me permitir ser um pouco insignificante.
E na minha insignificância, poder acordar um dia mais tarde sem dar explicação, conversar com estranhos, me divertir fazendo coisas que nunca imaginei, deixar de ser tão misteriosa pra mim mesma, me conectar com as minhas outras possibilidades de existir.
O que eu quero mais? Me escutar e obedecer o meu lado mais transgressor, menos comportadinho, menos refém de reuniões familiares, marido, filhos, bolos de aniversário e despertadores.
E também quero mais tempo livre ... e mais abraços.

E você o que quer? Está satisfeito com o rumo que a sua vida tem tomado?
Acho que o ser humano nunca está satisfeito e nunca estará ...  é normal da natureza humana, infeliz daquele que aceita o seu destino como obra fechada.
Eu quero mais!!!  Quero muito mais, quero ganhar bem e ter tempo livre para poder gastar fazendo coisas que gosto.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Casamento

Hoje ao receber uma notícia inesperada, lembrei me desse texto. Às vezes a falta de dialogo, falta de entrosamento separa as pessoas e quase sempre isso se torna irrecuperável. Hoje recebi a notícia que um casal resolveu refazer os votos no dia que os fez a primeira vez para marcar essa nova etapa em suas vidas. 
Um relacionamento não é um conto de fadas, mas os pequenos detalhes do dia a dia são responsáveis pelo sucesso ou fracasso da relação. Nada acontece por acaso, mas dia após dia...



     Naquela noite, enquanto minha esposa servia o jantar, eu segurei sua mão e disse: "Tenho algo importante para te dizer". Ela se sentou e jantou sem dizer uma palavra. Pude ver sofrimento em seus olhos.
De repente, eu também fiquei sem palavras. No entanto, eu tinha que dizer a ela o que estava pensando. Eu queria o divórcio. E abordei o assunto calmamente. 
      Ela não parecia irritada pelas minhas palavras e simplesmente  perguntou em voz baixa: "Por quê?" 
 Eu evitei respondê-la, o que a deixou muito brava. Ela jogou os talheres longe e gritou "você não é homem!" Naquela noite, nós não conversamos mais. Pude ouví-la chorando. Eu sabia que ela queria um motivo para o fim do nosso casamento. Mas eu não tinha uma resposta satisfatória para esta pergunta. O meu coração não pertencia a ela mais e sim  a Jane. Eu simplesmente não a amava mais, sentia pena dela. 
 Me sentindo muito culpado, rascunhei um acordo de divórcio, deixando para ela a casa, nosso carro e 30% das ações da minha empresa. 
     Ela tomou o papel da minha mão e o rasgou violentamente. A mulher com quem vivi pelos últimos 10 anos se tornou uma estranha para mim. Eu fiquei com dó deste desperdício de tempo e energia mas eu não voltaria atrás do que disse, pois amava a Jane profundamente. Finalmente ela começou a chorar alto na minha frente, o que já era esperado. Eu me senti libertado enquanto ela chorava. A minha obsessão por divórcio nas últimas semanas finalmente se materializava e o fim estava mais perto agora. 
    No dia seguinte, eu cheguei em casa tarde e a encontrei sentada na mesa escrevendo. Eu não jantei, fui direto para a cama e dormi imediatamente, pois estava cansado depois de ter passado o dia com a Jane.
 
    Quando acordei no meio da noite, ela ainda estava sentada à mesa, escrevendo. Eu a ignorei e voltei a dormir. 
   Na manhã seguinte, ela me apresentou suas condições: ela não queria nada meu, mas pedia um mês de prazo para conceder o divórcio. Ela pediu que durante os próximos 30 dias a gente tentasse viver juntos de forma mais natural possível. As suas razões eram simples: o nosso filho faria seus exames no próximo mês e precisava de um ambiente propício para prepar-se bem, sem os problemas de ter que lidar com o rompimento de seus pais. 
   Isso me pareceu razoável, mas ela acrescentou algo mais. Ela me lembrou do momento em que eu a carreguei para dentro da nossa casa no dia em que nos casamos e me pediu que durante os próximos 30 dias eu a carregasse para fora da casa todas as manhãs. Eu então percebi que ela estava completamente louca mas aceitei sua proposta para não tornar meus próximos dias ainda mais intoleráveis. 
    Eu contei para a Jane sobre o pedido da minha esposa e ela riu muito e achou a idéia totalmente absurda. "Ela pensa que impondo condições assim vai mudar alguma coisa; melhor ela encarar a situação e aceitar o divórcio", disse  Jane em tom de gozação. 

     Minha esposa e eu não tínhamos nenhum contato físico havia muito tempo, então quando eu a carreguei para fora da casa no primeiro dia, foi totalmente estranho. Nosso filho nos aplaudiu dizendo "O papai está carregando a mamãe no colo!" Suas palavras me causaram constrangimento. Do quarto para a sala, da sala para a porta de entrada da casa, eu devo ter caminhado uns 10 metros carregando minha esposa no colo. Ela fechou os olhos e disse baixinho "Não conte para o nosso filho sobre o divórcio" Eu balancei a cabeça mesmo discordando e então a coloquei no chão assim que atravessamos a porta de entrada da casa. Ela foi pegar o ônibus para o trabalho e eu dirigi para o escritório.
     No segundo dia, foi mais fácil para nós dois. Ela se apoiou no meu peito, eu senti o cheiro do perfume que ela usava. Eu então percebi que há muito tempo não prestava atenção a essa mulher. Ela certamente tinha envelhecido nestes últimos 10 anos, havia rugas no seu rosto, seu cabelo estava ficando fino e grisalho. O nosso casamento teve muito impacto nela. Por uns segundos, cheguei a pensar no que havia feito para ela estar neste estado.
      No quarto dia, quando eu a levantei, senti uma certa intimidade maior com o corpo dela. Esta mulher havia dedicado 10 anos da vida dela a mim.
     No quinto dia, a mesma coisa. Eu não disse nada a Jane, mas ficava a cada dia mais fácil carregá-la do nosso quarto à porta da casa. Talvez meus músculos estejam mais firmes com o exercício, pensei. 
      Certa manhã, ela estava tentando escolher um vestido. Ela experimentou uma série deles mas não conseguia achar um que servisse. Com um suspiro, ela disse "Todos os meus vestidos estão grandes para mim". Eu então percebi que ela realmente havia emagrecido bastante, daí a facilidade em carregá-la nos últimos dias. 
   A realidade caiu sobre mim com uma ponta de remorso... ela carrega tanta dor e tristeza em seu coração..... Instintivamente, eu estiquei o braço e toquei seus cabelos. 
    Nosso filho entrou no quarto neste momento e disse "Pai, está na hora de você carregar a mamãe". Para ele, ver seu pai carregando sua mãe todas as manhãs tornou-se parte da rotina da casa. Minha esposa abraçou nosso filho e o segurou em seus braços por alguns longos segundos. Eu tive que sair de perto, temendo mudar de idéia agora que estava tão perto do meu objetivo. Em seguida, eu a carreguei em meus braços, do quarto para a sala, da sala para a porta de entrada da casa. Sua mão repousava em meu pescoço. Eu a segurei firme contra o meu corpo. Lembrei-me do dia do nosso casamento. 
    Mas o seu corpo tão magro me deixou triste. No último dia, quando eu a segurei em meus braços, por algum motivo não conseguia mover minhas pernas. Nosso filho já tinha ido para a escola e eu me vi pronunciando estas palavras: "Eu não percebi o quanto perdemos a nossa intimidade com o tempo". 
 Eu não consegui dirigir para o trabalho.... fui até o meu novo futuro endereço, saí do carro apressadamente, com medo de mudar de idéia...Subi as escadas e bati na porta do quarto. A Jane abriu a porta e eu disse a ela "Desculpe, Jane. Eu não quero mais me divorciar".   Ela olhou para mim sem acreditar e tocou na minha testa "Você está com febre?" Eu tirei sua mão da minha testa e repeti "Desculpe, Jane. Eu não vou me divorciar. Meu casamento ficou chato porque nós não soubemos valorizar os pequenos detalhes da nossa vida e não por falta de amor. Agora eu percebi que desde o dia em que carreguei minha esposa no dia do nosso casamento para nossa casa, eu devo segurá-la até que a morte nos separe. 
 A Jane então percebeu que era sério. Me deu um tapa no rosto, bateu a porta na minha cara e pude ouví-la chorando compulsivamente. Eu voltei para o carro e fui trabalhar. 
 Na loja de flores, no caminho de volta para casa, eu comprei um buquê de rosas para minha esposa. A atendente me perguntou o que eu gostaria de escrever no cartão. Eu sorri e escrevi:  "Eu te carregarei em meus braços todas as manhãs até que a morte nos separe". 
 Naquela noite, quando cheguei em casa, com um buquê de flores na mão e um grande sorriso no rosto, fui direto para o nosso quarto onde encontrei minha esposa deitada na cama - morta.
 Minha esposa estava com câncer e vinha se tratando a vários meses, mas eu estava muito ocupado com a Jane para perceber que havia algo errado com ela. Ela sabia que morreria em breve e quis poupar nosso filho dos efeitos de um divórcio - e prolongou a nossa vida juntos proporcionando ao nosso filho a imagem de nós dois juntos toda manhã. Pelo menos aos olhos do meu filho, eu sou um marido carinhoso.
     Os pequenos detalhes de nossa vida são o que realmente contam num relacionamento. Não é a mansão, o carro, as propriedades, o dinheiro no banco. Estes bens criam um ambiente propício a felicidade mas não proporcionam mais do que conforto. Portanto, encontre tempo para ser amigo de sua esposa, faça pequenas coisas um para o outro para mantê-los próximos e íntimos. Tenham um casamento real e feliz!
(recebi por e-mail desconheço a autoria)

O casal que falei acima conseguiu recuperar seu casamento, mesmo após o divórcio. Espero que agora eles percebam os pequenos sinais de desgaste e revertam isso antes de terem problemas novamente. Desejo toda felicidade do mundo a vocês...
Ninguém está livre de problemas em um casamento, mas em um casamento não cabe a falta de cumplicidade, de diálogo, de carinho, de atenção...
Os detalhes fazem a diferença num casamento, numa vida a dois. E nós buscamos tanto a realização de nossos sonhos como a nossa felicidade conjugal. Em nosso relacionamento, nunca houve espaço para segredos e nem disse-me-disse. Podem falar o que quiserem que não nos atingirão pois temos algo que falta em muito relacionamento: Diálogo!
Eu sou uma pessoa feliz, podem disser que é por que tenho pouco tempo de casada, que sou nova, que não enfrentamos crises... Não ligo, não tô aqui fazer propaganda do meu amor, aprendi que ao fazer isso despertamos a inveja e o mal olhado...

terça-feira, 24 de agosto de 2010

A PEDRA


O distraído nela tropeçou...
O bruto a usou como projétil.
O empreendedor, usando-a, construiu.
O camponês, cansado da lida, dela fez assento.
Para meninos, foi brinquedo.
Drummond a poetizou.
Já David, matou Golias, 

e Michelangelo extraiu-lhe a mais bela escultura...
E em todos esses casos, a diferença não esteve na pedra, mas no homem!


Não existe "pedra" no seu caminho que você não possa aproveitá-la para o seu próprio crescimento

As pedras foram colocadas em sua vida como testes em salas de aula, para ver como você as encara e as transforma... é um obstáculo, uma ponte, uma diversão?
Confesso que ultimamente, tenho me deixado abater com as pedras do meu caminho. Elas são obstáculos que tento contornar pois não consigo fazer delas degraus para minha subida. Mas não fique pensando que fico sentada lamentando sobre ela... São pequenos obstáculos que mais cedo ou mais tarde irei atravessar....
E você? Como encara os problemas do dia-a-dia? As dificuldades que surgem?


domingo, 22 de agosto de 2010

Conselhos...

Já dissia os sábios, conselho se fosse bom ninguém dava vendia... mas às vezes nós nos metemos aonde não somos chamadas. E após uma conversa franca com um amigo segue o texto do Pe. Fabio de Melo que diz tudo o que sinto a respeito do assunto... 


“Aos amantes não amados, não um conselho, mas um intento amoroso.
Abandonar as roupas usadas e ousar novos caminhos. É um desperdício
deixar o burrinho interminável da teimosia, roubar a preciosidade da solidão
e do silêncio. Não há por que ter medo. É bom ficar a sós e reconstruir com
pedras e enfeitar com flores os sobrados que se desmancharam por aí.
Talvez não fique igual. Talvez seja melhor que nasça diferente.
As comparações podem ser corrosivas do metal nobre da escultura
em modelagem ainda frágil. Não há pessoas iguais nem sentimentos iguais.
Há novas tentativas, novas formas de descobrir e dar significado a um rosto
que era só multidão”.

Pe. Fábio de Melo
Acredito que quando duas pessoas não estão em sintonia, elas "gastam tempo" com algo que está fadado ao fracasso... às vezes elas percebem a falta de sincronia e tudo volta ao normal, mas às vezes se percebe que nunca haverá tal sincronia e que ambos estão prolongando algo que já acabou  mas que não querem dar por terminado.
Hoje conversando com uma pessoa falei isso, há tempos conversei com a outra parte e falei que eles tinham que se sincronizar e ver o que ambos gostavam de fazer para não cair na rotina. E  hoje ao conversar com essa pessoa falei com ele que eles estavam como "sol e lua" buscando um eclipse e esperando por esses momentos. Não é justo com eles mesmos... 
Sei que não devo me meter na vida de ninguém, afinal não sou nenhuma expert no assunto.E eu amo demais meus amigos para vê-los se privando das coisas , privando se de viver, de amar... 
Quero deixar claro, que não mando na vida de ninguém e nem espero que eles façam algo porque "eu acho certo", pelo contrário espero que eles sejam felizes e eles sabem disso.Quando conversamos não digo a eles o que deve ser feito, o porque não sou a dona da verdade e segundo cada um sabe melhor do que qualquer um como seguir a sua vida.

sábado, 21 de agosto de 2010

Vida Louca Vida - Música de Cazuza


Vida louca vida
Vida breve
Já que eu não posso te levar
Quero que você me leve
Vida louca vida
Vida imensa
Ninguém vai nos perdoar
Nosso crime não compensa
Se ninguém olha quando você passa você logo acha 'Eu to carente'
'Eu sou manchete popular'
Tô cansado de tanta babaquice, tanta caretice
Desta eterna falta do que falar
Se ninguém olha quando você passa você logo acha que a vida voltou ao normal
Aquela vida sem sentido, volta sem perigo
É a mesma vida sempre igual
Se niguém olha quando você passa você logo diz 'Palhaço'
Você acha que não tá legal
Corre todos os perigos, perde os sentidos
Você passa mal
Vida louca vida
Vida breve
Já que eu não posso te levar
Quero que você me leve
Vida louca vida
Vida imensa
Ninguém vai nos perdoar
Nosso crime não compensa
Se ninguém olha quando você passa você logo acha 'Eu tô carente'
'Eu sou manchete popular'
Tô cansado de tanta caretice, tanta babaquice
Desta eterna falta do que falar
Vida louca vida
Vida breve
Já que eu não posso te levar
Quero que você me leve
Vida louca vida
Vida imensa
Ninguém vai nos perdoar
Nosso crime não compensa

Os dias passam, e quando você vê é sexta-feira! Piscou de novo final de mês... nada de novo! Tudo igual. E você faz planos, planos para o fim de semana, para natal, para o ano novo... para suas férias!.E quando vê o tempo passou e sua vida é uma incansável rotina de acontecimentos . Tô cansada ! Cansada da Rotina, cansada da falta de tempo, de reclamar das mesmas coisas.... 
Tô cansada dessa "babaquice" toda, cansada de ser boazinha, cansada de medir palavras e não poder disser o que penso ou que sinto... cansada de falar ao vento ou escrever para ninguém! 
E você? Está deixando a vida te levar ? 



sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Os Dez Mandamentos da Maternidade





1.Renunciarás a uma casa limpa
2.Possivelmente, nunca mais terás uma conversa sem ser interrompida
3.Aprenderás a fazer compras às pressas
4.Não cobiçarás a vida social da próxima
5.Agora deverás realmente honrar tua mãe e teu pai
6.Não terás todas as respostas
7.Não mais precisarás de um relógio com alarme
8.Deverás fazer cinco tentativas frustradas até conseguir sair de casa
9.Perguntarás a ti mesma o que fazias com teu tempo
10.Saberás que tudo isso vale a pena

fonte: Revista Crescer

Afinal quem precisa de uma casa limpinha e arrumadinha se não sabe como ela é sendo bagunçada por crianças? Minha sala que o diga, nunca mais foi a mesma por 24 horas ininterruptas rs rs ...
Às vezes sinto falta de minha antiga vida social, mas quando temos nossos passeios de marido-mulher sinto falta dos passeios família que possam incluir minha filha....

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

O que quer uma mulher



Um bebê nasce. O médico anuncia: é uma menina! A mãe da criança, então, se põe a sonhar com o dia em que a sua princesinha terá um namorado de olhos verdes e casará com ele, vivendo feliz para sempre.
A garotinha ainda nem mamou e já está condenada a dilacerar corações. Laçarotes, babados, contos de fadas: toda mulher carrega a síndrome de Walt Disney.
Até as mais modernas e cosmopolitas têm o sonho secreto de encontrar um príncipe encantado. Como não existe um Antonio Banderas para todas, nos conformamos com analistas de sistemas, gerentes de marketing, engenheiros mecânicos. Ou mecânicos de oficina mesmo, a situação não anda fácil. Serão eles desprezíveis? Que nada. São gentis, nos ajudam com as crianças, dão um duro danado no trabalho e têm o maior prazer em nos levar para jantar. São príncipes à sua maneira, e nós, cinderelas improvisadas, dizemos sim! sim! sim! diante do altar; mas, lá no fundo, a carência existencial herdada no berço jamais será preenchida.
Queremos ser resgatadas da torre do castelo. Queremos que o nosso pretendente enfrente  dragões, bruxas, lobos selvagens. Queremos que ele sofra, que vare a noite atrás de nós, que faça tudo o que o José Mayer, o Marcelo Novaes e o Rodrigo Santoro fazem nas novelas.
Queremos ouvir "eu te amo" só no último capítulo, de preferência num saguão de aeroporto, quando ele chegará a tempo de nos impedir de embarcar.
O amor na vida real, no entanto, é bem menos arrebatador. "Eu te amo" virou uma frase tão romântica quanto "me passa o açúcar". Entre casais, é mais fácil ouvir eu "te amo" ao encerrar uma ligação telefônica do que ao vivo e a cores. E fazem isso depois de terem se xingado por meia-hora. "Você vai chegar tarde de novo? Tenha a santa paciência, o que é que você tanto faz nesse escritório? Ontem foi a mesma coisa, que inferno! Eu é que não vou preparar o jantar para você às dez da noite, te vira. Tchau, também te amo." E batem o telefone possessos.
Sim, sabemos que a vida real não combina com cenas hollywoodianas. Sabemos que há apenas meia dúzia de castelos no mundo, quase todos abertos à visitação de turistas. Sabemos que os príncipes, hoje, andam meio carecas, usam óculos e cultivam uma barriguinha de chope. Não são heróicos nem usam capa e espada, mas ao menos são de carne e osso, e a maioria tentaria nos resgatar de um prédio em chamas, caso a escada magirus alcançasse o nosso andar. Não é nada, não é nada, mas já é alguma coisa.
Dificilmente um homem consegue corresponder à expectativa de uma mulher, mas vê-los tentar é comovente. Alguns mandam flores, reservam quarto em hotéizinhos secretos, surpreendem com presentes, passagens aéreas, convites inusitados. São inteligentes, charmosos, ousados,
corajosos, batalhadores.
Disputam nosso amor como se estivessem numa guerra, e pra quê? Tudo o que recebem em troca é uma mulher que não pára de olhar pela janela, suspirando por algo que nem ela sabe direito o que é. ...
Perdoem esse nosso desvio cultural, rapazes. Nenhuma mulher se sente amada o suficiente.

Martha Medeiros

Ninguém consegue corresponder as expectativas da outra pessoa, seja em qualquer relação: pai-filho, amigos, homem-mulher....  Então não adianta ficar esperando algo que nunca virá, imaginar coisas que nunca acontecerá, fantasiar uma relação que não existe.
Todos somos humanos, teremos nossos momentos de príncipes e princesas encantadas, mas serão poucos e se você não prestar atenção poderá até passar por despercebido.
Você se apaixonará por aquele príncipe encantado que te beijará e você terá seu final feliz para sempre.... Não! Sabe porque? Não tem felizes para sempre! Existe felizes e ponto. Terá altos e terá baixos e pode ser que no dia que o seu parceiro estiver fazendo de tudo para que seu dia seja de conto de fadas, você esteja de TPM pedindo para que o dia acabe logo e nem perceba o esforço dele.
Homens , nós mulheres somos assim. Indecifráveis, Questionadoras, Insatisfeitas, Sonhadoras e querem saber de algo? Com exceção da TPM  vocês são igualzinhos a nós. 

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Fotografia é poesia - 19 de agosto dia Mundial da Fotografia

Fotografia é poesia


È captar, esquadrinhar o instante,
Em atento olhar de luminosidade 
È momento certo na geometria flagrante
No enquadramento em simetria e acuidade.

A poesia se fazendo presente 
Na imagem em clara obviedade.
É o eternizar do momento, em consistente
É presença da ausência, em lembrança e realidade

É tornar em real evidencia...
A intimidade ilusória de um observar
Na luminosa criação técnica e seu consagrar

È percepção sensível do real, em imagem
Em essência da visão poética, incontida 
Na fotografia, o endosso do cotidiano da vida.

Lufague


segunda-feira, 16 de agosto de 2010

O Primeiro Olhar


Anjos de Resgate

Composição: Dalvimar Gallo
Quando nós trocamos o primeiro olhar
O meu coração pediu pra se apaixonar
Igual ao sol que nasce e só pertence ao dia
Quando nasci o meu amor já te pertencia.
Se não existisses eu te inventaria
As estrelas se eu pudesse te daria
Prometi a Deus que ao céu vou te levar
E vou gritar pro mundo ouvir
Que sempre te amei e vou te amar.
Foi no primeiro olhar que eu te consagrei o meu amor
E nada vai nos separar na alegria ou na dor
O mundo não verá o nosso amor se acabar.
Logo no primeiro olhar Deus nos casou
E escreveu seu nome e o meu no azul do céu
Pra sempre vou te amar.



Deus tem um plano para cada um de nós... Não duvide nunca disso.
Há 8 anos Deus colocou uma pessoa na minha vida, uma pessoa entre tantas mas uma pessoa que mudou o rumo da minha vida, nos conhecemos em fevereiro. Na época estava “machucada” e desiludida e queria só sair, aproveitar a vida.... mas Deus tocou meu coração que pedia para se apaixonar  e me fez ver te ver com outros olhos e lá se foram mais cinco meses...
Em dezembro começamos a namorar mesmo que muitos achem que já namorávamos antes, acho que era nossos olhares que já diziam, nos entregavam mas nós não acreditávamos.  Deus nos reservou e em Setembro/2007 nos casamos.
Escolhi essa música para a minha entrada, para o dia que consagrei o meu amor a você.
E nada vai nos separar na alegria ou na dor , te amo amor e pra sempre vou te amar.

sábado, 14 de agosto de 2010

Estar ao seu lado

Andar ao seu lado,
como o pé esquerdo acompanha o direito,
um de cada vez, independentes,
cientes do próprio destino.
Sabendo parar a espera do outro,
seguindo a frente quando a estrada assim pedir,
mas caminhando ambos, o mesmo caminho,
a mesma jornada...
...uma só direção.
Ao teu lado sempre !!!


sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Somos todos deficientes?



DEFICIÊNCIAS - Mario Quintana
 (escritor gaúcho 30/07/1906  -05/05/1994)   

'Deficiente' 
é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino. 
'Louco' 
é quem não procura ser feliz com o que possui. 
'Cego' 
é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores. 
'Surdo'
 é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do
 mês. 
'Mudo' 
é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia. 
'Paralítico' 
é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda. 
'Diabético'
 é quem não consegue ser doce.
'Anão'
 é quem não sabe deixar o amor crescer. E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois: 
'Miseráveis' 
são todos que não conseguem falar com Deus. 

'A amizade é um amor que nunca morre. '

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Semana que vem - Música




Semana Que Vem
>> Pitty
Amanhã eu vou revelar
Depois eu penso em aprender
Daqui a uns dias eu vou dizer
O que me faz querer gritar

No mês que vem tudo vai melhorar
Só mais alguns anos e o mundo vai mudar
Ainda temos tempo até tudo explodir
Quem sabe quanto vai durar

Não deixe nada pra depois
Não deixe o tempo passar
Não deixe nada pra semana que vem
Porque semana que vem pode nem chegar
Pra depois
...O tempo passar
Não deixe nada pra semana que vem
Porque semana que vem pode nem chegar

A partir de amanhã eu vou discutir
Da próxima vez eu vou questionar
Na segunda eu começo a agir
Só mais duas horas pra eu decidir

Não deixe nada pra depois
Não deixe o tempo passar
Não deixe nada pra semana que vem
Porque semana que vem pode nem chegar
Pra depois
...O tempo passar
Não deixe nada pra semana que vem
Porque semana que vem pode nem chegar

Esse pode ser o último dia de nossas vidas
Última chance de fazer tudo ter valido a pena
Diga sempre tudo o que precisa dizer
Arrisque mais pra não se arrepender
Nós não temos todo o tempo do mundo
E esse mundo já faz muito tempo
O futuro é o presente, e o presente já passou
O futuro é o presente, e o presente já passou

Não deixe nada pra depois
Não deixe o tempo passar
Não deixe nada pra semana que vem
Porque semana que vem pode nem chegar
(x3) Pra depois
...O tempo passar
Não deixe nada pra semana que vem
Porque semana que vem pode nem chegar

Fazemos planos para  quando me casar, quando me formar,quando tivermos filhos, quando... quando... quando!
E se o quando não existir? E se não der tempo de se formar? Se a faculdade dos seus sonhos não existir? Ou o emprego perfeito  não aparecer?E se o seu destino é nunca casar e/ou não ter filhos?
O que você pode falar do que fez? O que viveu? Ou não viveu e ficou na janela dessa grande viagem em vez de seguir seus próprios caminhos....

Por que tenho que esperar ter 70 anos para viver? Por que a viagem que tanto quero tem que esperar anos?Por que devo condicionar minha vida a uma meta? Eu quero hoje, e quero continuar amanhã!
Eu quero ser feliz hoje, amar muito e saber que sou amada!
Quero ser valorizada no trabalho (não precisa salário alto, mas ter valor)
Quero ter dinheiro para buscar meus sonhos (viagens,faculdades ou uma simples noitada)

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Antes de ser mãe



Antes de ser mãe?
Eu era diferente, saía mais, dormia mais...
mas isso não me pertence mais!

Depois de ser MÃE...
Nunca teve nada igual!
É um mundo novo que descubro a cada dia.
É uma redescoberta de mim mesma a cada dia.

Ser mãe é você esperar nove meses por uma pessoinha, com a certeza que ela veio para te fazer muito, muito feliz. É você vibrar há cada sorriso, há cada gesto novo que essa pessoinha virá a fazer, que para você será um momento mágico, será uma vitória para ela e para você, pois você fez parte desse instante. Ser mãe, é você ficar admirando o sono da sua filha e imaginando como será o seu futuro, e com os olhos cheio de lágrimas, você reza nesse momento para que tudo de certo em sua vida. Você olha para essa pessoinha dormindo e vê como cresceu e mudou ... e você sabe que essa pessoinha nem sempre vai poder estar bem protegida nos teus braços, por que em algum momento de sua vida ele terá que seguir sua vida e aprender a andar com suas próprias pernas.

A verdade é que antes de ser mãe a gente nunca sabe como será depois...
A verdade é que antes de ser mãe a gente não sabe amar de verdade...
ANTES DE SER mãe a gente não sabe o que é ser MÃE!

Antes de ser mãe, a gente não sabe o que é ser filho.
Obrigada Senhor pelo dom de gerarmos o ser que nos fará a pessoa mais feliz do mundo e que nos transforma nessa pessoa maravilhosa que é mãe!

domingo, 8 de agosto de 2010

Dia dos Pais

"Ser pai é uma missão divina, que coloca o ser humano próximo de seu criador, pois assim como o Deus que nos guia, o pai deve ser o farol dentro da vida de seus filhos, encaminhando-os no difícil trilhar dessa existência."
Começo este post falando do meu pai, aquele que me criou, me amou e me ensinou a ser a pessoa que eu sou hoje. O homem forte, que me protegeu e que hoje é meu companheiro nas lutas da vida. O homem a quem dizer "eu te amo" se tornou pouco. "eu tenho tanto para te falar, que com palavras não sei dizer. Como é grande o meu amor por você..." Pai, quanto mais eu penso ou tento, vejo como é dificil disser o que sinto e como posso agradecer por tudo que tens feito por mim. Obrigado pai por ser este homem maravilhoso com quem eu posso contar.... Feliz dia dos pais!!!
E graças a esse homem,e por seus valores conheci o homem que me faz muito feliz, e com ele constituí minha família, meu marido!
Amor sempre soube o homem maravilhoso que era e imaginava como seria ao ser pai. E posso lhe garantir você não está me decepcionando... mesmo quando é muito ciumento!!!
Você é aquele pai presente, que dá banho, troca fralda, tenta fazer dormir, acorda de madrugada e mesmo cansado de um dia de trabalho brinca com nossa filha com as brincadeiras mais loucas que ela adora. Todos me dissem que sou louca de deixar vocês brincarem assim, mas sei como vocês dois gostam dessas brincadeiras... e loucura seria tentar cortar essas brincadeiras de pai-filha.
Amo muito vocês dois, homens da minha vida... pais de primeira!
E por tudo isso quero que hoje seja o melhor dia dos pais de suas vidas!!!
Feliz dia dos pais!!!
 

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

O Que Se Leva da Vida - Música

Não sou nenhuma sábia ou vidente... ninguém tem uma receita de como se deve viver. Tento viver da melhor forma possível, amando muito, tentando perdoar e entender as pessoas. Dá certo? Nem sempre, às vezes mesmo amando muito magoamos quem a gente ama, mesmo tentando entender as pessoas nos magoamos e perdoar? Deus como é difícil perdoar... mas quem disse que deveria ser fácil?
E nessa levada, vou levando minha vida e espero que ela tenha valido a pena quando chegar no final!

 

O Que Se Leva da Vida

Túlio Dek

Composição: Tulio Dek/Dj Cuca
[Paulo Miklos]
Leva na brincadeira
Não me leve a mal
Nem tudo é de primeira
Nem tudo é banal
Uma vida só é perfeita
Quando chega no final
[Tulio Dek]
O que passou, passou
Não volta nunca mais

O que passou, passou
E só experiência traz
Por isso que eu não vivo de passado
Sigo olhando pra frente
Com Deus do meu lado
Falar que vai correr atrás do tempo perdido
Falar que vai fazer o que não tinha conseguido
São meros desejos
Sonhos que já passaram
Pessoas que passam a vida se culpando porque erraram
Mas a parada é sempre olhar pra frente
Manter a cabeça fria
Mesmo embaixo do Sol quente
Junto com o DJ em cima da batida
Vou mandando a letra
Eu vou mandando a minha rima
O que se leva da vida
É a vida que se leva
O que se leva da vida
É a vida que se leva
Se tu vacilar então já era (x2)
E nessa levada
Eu vou levando a minha vida
E não to nem aí se alguém duvida

Se a vida é guerra
Então vou guerrear
Se é zoação
Então deixa eu zoar
E se no Arpex eu relaxo
Vou relaxar
E se na Lapa eu batalho
Quero batalhar
E se o mar tá bombando
Então eu vou surfar
E se as mulheres tão dando mole
Por que não aproveitar?
Se vai rolar a festa
Vamos festejar
Se a barra tá pesada
Vamos segurar
Se o mundo acabar
Vou improvisar
Se só amor faz bem
Então deixa eu amar
Se o teu amor é falso
Então sai pra lá
Se não tiver humildade
É melhor parar
Se tudo der errado
Então deixa eu te ajudar
Mas se eu pegar no mic
Não peça pra eu parar
O que se leva dessa vida
É a vida que se leva
O que se leva dessa vida
É a vida que se leva
Se tu vacilar então já era (x2)
Se o mundo é sujo
Quem sou eu para mudá-lo
Se o tempo é curto
Quem sou eu para encurtá-lo
Não deixo minhas palavras
Escorrerem pelo ralo
Porque minha mente é consciente
E eu não calo
Não quero nem saber se vou ser julgado
Se eu errei, foda-se o meu passado
Porque escrevo a letra
E passo o sentimento
Quem passa o sentimento
Tá ligado e é atento
Nadar contra a corrente
É voar contra o vento
Seja o meu som
Pesado ou lento
Se no teu recalque é onde eu cresço
Eu só lamento
Minha voz quebra o muro de Berlim
E não me contento
São como flechas de fogo
Que rasgam o espaço
Sem se quer desviar das nuvens
Deixam rastro
Não sou Bruce Lee
Nem Muhammad Ali
Sou um mensageiro
que um dia escrevi
O que se leva da vida
É a vida que se leva
O que se leva da vida
É a vida que se leva
Se tu vacilar então já era (x2)
Oque se leva da vida
(E o que se leva?)
É a vida que se leva
(E o que me leva?)
O que se leva da vida
(E o que se leva?)
É a vida que se leva
Então me leva, então me leva
(Então me leva)
Deixa a vida me levar, então me leva
(Então me leva, então me leva)
Então me leva, então me leva
Então me leva vida, então me leva
Então me leva, então me leva
O que se leva da vida é a vida que leva
(Então me leva...)
E essa é a vida que eu levo!
[Paulo Miklos]
Leva na brincadeira
Não me leve a mal
Nem tudo é de primeira
Nem tudo é banal
Uma vida só é perfeita
Quando chega no final
Não segue uma receita
É uma história sem moral
Você leva a vida inteira
E a vida é curta e coisa e tal
Se você não aproveita a vida passa
E tchau

Leva a vida mais simples
Que a morte é sempre ingrata
Se acabar ficando quites
É a vida que te mata

domingo, 1 de agosto de 2010

Como você leva sua vida?

O que é importante para você?
O que faz você sorrir? Ou Chorar?
O que lhe tira o fôlego?
O que te completa?
Se você não souber o que realmente é importante na vida, você não vive apenas passa seus dias a espera de algo que talvez nunca venha.

Sei que já deve ter ouvido falar em “não espere casar para ser feliz, ter filhos para ser feliz, conseguir o emprego dos sonhos para ser feliz”, mas sem pieguismo isso é fácil?

Esperamos sim dias melhores, vivemos em busca de algo que não sabemos o que é. E quando a luz apagar, quando tudo acabar... terá valido a pena?

O que se leva da vida é a vida que se leva, pura e simplesmente.São as peraltices da infância, os sonhos da juventude, os amigos verdadeiros e até aqueles que se mostraram não tão amigos, o Primeiro beijo, os amores, os desamores, as vezes que perdeu o fôlego de tanto rir de uma piada sem graça que hoje você nem lembra mais, o sorriso inocente de seu filho, o olhar apaixonado(a) do (a) seu (sua) esposo (a)....

Na verdade somos felizes nestas pequenas conquistas, nessas etapas da nossa vida cada qual com seu valor e saberemos que valeu a pena.

O que vou levar da minha vida? As brincadeiras da minha infância, meus irmãos correndo (às vezes brincando outras brigando), meu pai me levando no colo do sofá para cama, minha mãe e eu conversando enquanto ela lavava roupas, o meu primeiro beijo, as vezes que matei aula ou as vezes que briguei para não matar, quando conheci meu marido, quando começamos a namorar e antes disso quando todos achavam que já namorávamos. O dia do meu casamento. Ver meu pai chorando me pedindo um neto; saber que estava grávida, sentir minha filha mexendo dentro de mim, ver minha filha pela primeira vez, vê-la sorrir para mim....

Teve maus momentos? Claro,  mais isso eu não vou levar comigo. O que se leva da vida acontece enquanto fazemos planos e quem vive remoendo tristezas não vive!

Espero estar levando a vida numa boa sem arrependimentos, até agora ela está valendo a pena.... E você como leva a sua vida? Remoendo tristezas e infortunos ou Fazendo acontecer? Viva!!!