Google+ Followers

sábado, 25 de setembro de 2010

Quando a gente faz amigos? Como se faz amigos?

A maioria de nós faz amizades na escola, no trabalho e hoje em dia na NET... Isso mesmo a NET serve também como círculo de amizades...
Eu sou uma pessoa fechada, sou difícil de fazer amigos... conheço pessoas mas ser amiga é outra coisa. Alguns me chamam de antipática por isso e na verdade não dou a mínima. Se acham isso é porque não deram tempo de me conhecer melhor e não merecem nada de mim.
Na escola fiz alguns amigos, mas me mudei e você sabe que quando ficamos distantes e a amizade esfria... mas eu ainda tenho minha amigona lá em São Gonçalo (mais isso cabe um outro post). Me mudei e fiz o Segundo grau em outra escola, custei mais posso disser que fiz algumas amigas nesta época.
No trabalho, só mais difícil, acredito que tenho colegas de trabalho que mesmo não trabalhando mais juntos somos colegas!
E tem os amigos que ganhamos dos nossos amigos e companheiros... Meu marido mesmo é um desses casos. Era amigo de uma amiga... e ganhei ele como amigo. Com ele ganhei outros amigos e já falei até de uma delas aqui.
Mas hoje irei falar de uma menina que me conquistou . Ela era namorada do meu cunhado na época, o namoro acabou mas a amizade não. Muitas pessoas não entendem isso e acham que deveríamos cortar vínculos pois pode chatear os atuais namorados, tanto dela quanto dele. Sinceridade? Se pensam assim são crianças imaturas que precisam crescer. Não estou dizendo isso jogando piada ou coisa do tipo para A mais B. Isso já acontecem com meu irmão e minha irmã, eles brigaram porque ele não gostou que ela continuou amiga da ex dele. Eu acho isso rídiculo! 
Mas voltando ao assunto original....  Espero que os namorados atuais nesse caso, não tenham esse ciúme bobo. Afinal foram 7 anos de namoro ele tiveram uma história que acabou e ponto final, como tantas que vemos hoje em dia. Infelizmente nem sempre o primeiro amor é o do "para sempre" se é que o para sempre existe... Cá estou divagando novamente rs rs 
Estou aqui para falar dessa menina que vai chegando de fininho e te conquista pela simpatia e o sorrisão. Alguns me perguntam porque ela é tia da minha filha e aproveito para explicar .
Quando fiz o álbum da minha filha coloquei o nome dela como tia e na época meu irmão tinha uma namorada e me perguntaram porque não coloquei o nome dela. Eu  não coloquei o nome dela por ser namorada do meu cunhado(se fosse teria que tirar o nome já que eles terminaram...). Ela é a tia da minha filha porque foi ela que me negou chocolate mesmo eu dizendo que desconfiava estar grávida, ela que acompanhou o barrigão e o nascimento da minha pequena e sempre que pode lá está ela vendo o desenvolvimento dela... Por isso e por milhares de outras coisas ela ganhou o título de tia e está até no álbum de nascimento dela como tal. Espero que você continue conquistando o título de tia junto a minha filha, pois sei o carinho que você tem por ela.
E hoje é um dia muito especial, o dia amanheceu com um sorrisão...  é o dia do aniversário dessa garota chata mas super especial... 

Déia, as pessoas entram na nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem.
“Aqui estamos, mais uma vez... Comemorando mais um ano de vida!
Dias que se passaram... Lembranças que ficam na nossa memória guardadas com muito carinho no coração...
Amores passados...
Felicidades...
Saudades...
Tudo... Tudo nos faz sentir bem...
Pois olhamos para trás e vemos tudo o que passamos... 
Tudo que superamos... Tudo nos marca... e nos faz perceber que apesar dos erros e dos acertos do passado... Aprendemos e muito com tudo que fizemos ou deixamos de fazer...
Afinal de contas mais 365 dias se passaram na tua vida e com eles vieram novos sonhos, novas conquistas e também novos projetos de vida.
Faz alguns anos que Deus te enviou a terra para iluminar a todos com a tua presença, você é uma obra preciosa que Deus criou e revestiu com muitas e boas qualidades.

Que você caminhe sempre em busca do sucesso,alcançando um futuro amplo, se aperfeiçoando e prosperando ainda mais. Parabéns e muitas felicidades! Você sabe o quanto torço por você né?

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Monte Castelo - Música do Legião Urbana

Quando me casei, queria músicas que tivessem algum significado para nós... e achei essa do Legião Urbana que é uma banda que meu marido gosta e uma música que tinha tudo a ver. Essa foi a entrada do noivo.
"É um estar-se preso

Por vontade"


Ainda que eu falasse

A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria...
É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade
O amor é bom, não quer o mal
Não sente inveja
Ou se envaidece...
O amor é o fogo
Que arde sem se ver
É ferida que dói
E não se sente
É um contentamento
Descontente
É dor que desatina sem doer...
Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria...
É um não querer
Mais que bem querer
É solitário andar
Por entre a gente
É um não contentar-se
De contente
É cuidar que se ganha
Em se perder...
É um estar-se preso
Por vontade
É servir a quem vence
O vencedor
É um ter com quem nos mata
A lealdade
Tão contrário a si
É o mesmo amor...
Estou acordado
E todos dormem, todos dormem
Todos dormem
Agora vejo em parte
Mas então veremos face a face
É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade...
Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria...

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Como você fala com seu filho?

Esta semana minha irmã me pegou falando com minha filha para "apertar em baixo , apertar em cima" me referindo ao interruptor e me perguntou: Ela conhece o sentido da palavra em baixo e em cima? E eu respondi que não, mas assim ela iria entendendo...

Nunca achei certo o tal de "neném qué dudu" ou falar com voz boba! Nunca agi assim com primos e sempre reclamei quem fazia isso na minha frente...
Sempre soube que o ser humano aprende por imitação. O lance do faz o que eu digo e não o que eu faço, nunca funcionou com ninguém. Porque com bebê é diferente? Porque as pessoas tem mania de imitar a criança? Acha que se igualando a elas vão ser entendidas? 
Achei essa matéria no site da revista Crescer e achei interessante publicá-la visto minhas próprias experiências....


Como falar com os bebês?

O uso de palavras incorretas deve ser sempre evitado. Já a mudança de entonação da voz na hora de conversar com o seu filho é algo que divide os especialistas

Por Heloiza Camargo

 Shutterstock



Numa tentativa de simplificar o entendimento da criança, alguns pais costumam abusar da chamada linguagem tatibitate. Além de falar as palavras incorretamente, mudam a entonação da voz, imitando o filho. "Essa função é da criança. Ela aprende a falar por repetição, ouvindo e imitando o adulto. Os pais devem procurar dizer as palavras corretamente para não confundi-la", afirma a psicopedagoga e fonoaudióloga Quezia Bombonatto. Metáforas de associação, como chamar cachorro de "au-au" e machucado de "dodói", podem facilitar a vida da criança, porque são expressões fáceis de pronunciar. "Não há problema em usar para identificar algumas coisas, mas adotar frases inteiras dessa forma retarda o aprendizado da linguagem", diz a fonoaudióloga Silvana Selvaggi. Pelo mesmo motivo, os pais devem evitar os diminutivos, que tornam a conversa com o filho muito infantilizada. O ideal seria adotar frases curtas, simples e claras, como “Aqui está a sua mamadeira” ou “É hora do banho”. "É bom os pais passarem essas dicas para as outras pessoas que cuidam da criança, como os avós ou a babá", sugere Silvana.

Ainda com relação à entonação, alguns especialistas defendem a variação do tom da voz para conversar com bebê como forma de construir uma ligação afetiva com ele. Afinal, fugir totalmente da tatibitate pode ser muito difícil. Uma prova disso é que todas as culturas utilizam alguma forma linguagem específica - ou um jeito mais infantil - para falar com os bebês.
Segundo a fonoaudióloga do hospital Santa Catarina, Ana Maria Hernandez, há estudos recentes que indicam que o bebê reage de maneira diferente à fala do pai e da mãe. O timbre mais grave do homem faz com que a criança fique mais agitada e responda mais rápido e o tom mais delicado e agudo das mulheres faz com que ela responda até mesmo com uma movimentação corporal mais harmoniosa. “Mas não existe um timbre melhor do que o outro. É importante que o bebê esteja exposto a diversidade para que desenvolva da melhor maneira possível a linguagem”, explica Ana Maria.

Os verbos, mais difíceis de serem aprendidos do que os substantivos justamente porque não podem ser vistos ou tocados, demoram mais para serem reproduzidos pelos bebês. Mesmo assim, é importante estimula-los desde cedo. Uma opção pode ser começar com os de ação (“você está comendo um biscoito”) relacionando ao que o bebê está fazendo ou vendo naquele exato momento. Assim, ele associa as palavras de forma mais fácil.

Estímulo certo
O desenvolvimento da linguagem é um processo longo e trabalhoso, que só termina por volta dos 6 anos, quando a criança já está apta a pronunciar todos os fonemas. As primeiras palavras surgem por volta de 1 ano a 1 ano e meio. "O bebê costuma falar palavras soltas, como mamãe, bola ou o nome de uma comida preferida. E também é capaz de formar pequenas frases, como ‘quer água’", explica Silvana. O avanço e o amadurecimento da linguagem dependem dos estímulos que a criança recebe do ambiente. "Se o filho aponta o objeto que quer e a mãe o atende prontamente, sem que ele tente falar, vai demorar mais para aprender", diz a fonoaudióloga Quezia.
A melhor maneira de levar seu filho a falar direito, portanto, é conversar com ele normalmente. Mesmo que pronuncie errado a palavra, insista no jeito certo. Se ele pede a "dedera", responda que vai preparar a mamadeira. A partir dos 3 anos e meio se a criança ainda apresentar muitas trocas de palavras é hora de procurar um especialista, aconselha a fonoaudióloga Ana Maria Hernandez.

Dicas para estimular o diálogo com o bebê
- O ideal é se comunicar com o bebê mais intensamente nos momentos em que ele estiver atento. Durante crises de choro ou períodos de irritação ele não irá prestar muito atenção no que você diz;
- Procure não usar muitos estímulos, além do contato visual, enquanto conversa com ele, isso ajuda o bebê a se concentrar nas palavras;
- Aproveite situações do cotidiano para ouvir o que seu filho está falando e conversar com ele apresentando o nome das coisas. Assim, as palavras ganham significado e são gravadas com mais facilidade;
- Pronuncie as palavras sempre de maneira correta. Se preciso, faça variações de voz, aumentando-a ou suavizando. Não tente dizer o nome das coisas pelo som, é melhor usar sempre as palavras reais;
- Na hora das refeições, fale do prato, da colher, das cores e consistência dos alimentos.
- Aproveite o banho para nomear as partes do corpo e narrar as ações que a criança estiver fazendo: pegar o sabonete, a esponja, jogar água, esfregar a perna;
Faça comentários sobre a forma e a textura dos brinquedos;
- Conte algo do dia com detalhes interessantes para a criança: o momento em que a vovó telefonou, uma coisa que você viu na rua;
- Leia e conte histórias. Ao ler livros para o bebê, seja mais expressivo, um verdadeiro narrador. Isso desperta a atenção dele;
- Nos passeios, aproveite para ensinar novas palavras a ele. Aponte os pássaros e as árvores, por exemplo;
- Ouçam e cantem juntos músicas e histórias.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Decisões

"Toda decisão que você toma - toda decisão - não é uma decisão sobre o que você faz. É uma decisão sobre Quem Você É. Quando você vê isso, quando você entende isso, tudo muda. Você começa a ver a vida de um modo novo. Todos eventos, ocorrências, e situações se transformam em oportunidades para fazer o que você veio fazer aqui."



Com toda certeza você já ouviu falar que a vida é feita de decisões tomadas e em sua grande maioria das vezes que você não tomou decisão nenhuma...
Isso mesmo quando você opta por não decidir, você tomou a decisão de deixar os outros decidirem por você... Ultimamente ando deixando as coisas acontecerem e com isso decidindo, mesmo que inconscientemente não decidir nada naquele momento. E isso está me deixando muito mal, minha vida está tomando um rumo que eu não sei para onde está indo e não consigo pegar as rédeas e começar a decidir novamente o que devo fazer.
Eu não sei se é TPM, ou se ando ansiosa demais para ver as coisas acontecerem.O Fato é que não estou satisfeita com algumas direções da minha vida. Preciso escolher que caminho a seguir, preciso decidir....

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Minha filha e o andador


Todo mundo enche o meu saco, em relação ao desenvolvimento da minha filha....
É um tal de : ela é muito magrinha, ela ainda não fala nada?, Ela já está engatinhado?Ela já está andando? Se você comprasse um andador ela já estaria andado....
Eu e meu marido definimos desde o ínicio(lê-se filha na barriga ainda) que não compraríamos o tal andador.  Primeiro porque já ouvi muitos especialistas falando mal uso. Segundo porque sempre achei que a criança fica "preguiçosa" naquilo, ela senta e se arrasta para onde quer ir....
Queria deixar claro, que é minha opinião, e cada um tem a sua opinião. Minha irmã mesmo tem um filha de 9 meses e já a colocou num andador (minha filha tem 1 ano e 2 meses e agora dá os primeiros passinhos mais "confiantes" sem nunca usar um andador);
E para aqueles que continuam a me encher e que agora podem usam minha sobrinha como exemplo... eu mando essa matéria do site http://guiadobebe.uol.com.br/bb1ano/andador_um_atraso_na_vida_dos_bebes.htm


Andador: um atraso na vida dos bebês


Como é lindo ver seu bebê com maior liberdade de explorar o espaço mesmo quando ainda não anda, mas usa um andador. O grande erro dos pais – em seu total desconhecimento - é achar que o andador ajudará no aprendizado da criança ao começar a andar. Isso não é verdade. O andador traz prejuízos no desenvolvimento psico e motor do bebê.
Por que será que não é bom? Por vários motivos. A criança desde o nascimento passa por etapas do desenvolvimento em que cada fase serve de base para a próxima. Primeiro sustenta a cabeça, depois rola o corpo para os dois lados, se arrasta de barriga para baixo, senta com apoio, depois sem apoio, engatinha (alguns não passam por essa etapa), ficam em pé para então começarem os primeiros passinhos.
Em todo desenvolvimento motor e de equilíbrio a criança explora o ambiente e os objetos em sua volta, desenvolvendo paralelamente o aspecto neurológico. O bebê tenta alcançar objetos, observa os adultos e suas ações e imita.
O andador força a criança a pular várias dessas etapas essenciais para o desenvolvimento. Ela, por exemplo, não deixa a criança experimentar os “tombinhos” naturais do início do aprendizado do caminhar e, assim, a aquisição do equilíbrio é limitado e pode ainda deformar a estrutura óssea da perna.
Por pular etapas, o andador atrasa o início da marcha. Se o bebê é pequeno para o andador, usará somente as pontas dos pés para movimentar-se, o que poderá causar alguns problemas além do atraso da marcha, como alteração óssea.
Falsa liberdade - A sensação de liberdade que o andador oferece é ilusão. O andador não deixa a criança explorar adequadamente o espaço que está. Um simples objeto no chão e que desperte a atenção do bebê passa a se tornar algo inalcançável para o pequenino, pois o andador não oferece condições para que ele pegue e conheça a peça.
Já o bebê que não usa o andador poderá sentar-se no chão, engatinhar ou ir se apoiando nos móveis até chegar ao objeto desejado. Lembre-se: enquanto manuseia objetos e brinquedos, o bebê está desenvolvendo seu cérebro.
Veja como uma coisa puxa outra. O que pode ocorrer também com as crianças que usam o andador é a falta de estímulos pelos pais. Como a criança gosta do andador por movimentar mais rápido, ficam quietinhas e brincam sozinhas e são “esquecidas” pelos pais. A falta de estímulo pode causar uma deficiência no desenvolvimento neurológico.
Os acidentes que podem provocar graves lesões nas crianças são outro problema relacionado ao uso do andador. Os acidentes mais comuns são os tombos quando as crianças usam os pés para se impulsionarem para trás e batem a cabeça e as quedas em degraus.
De tão prejudiciais e perigosos para as crianças, a venda de andadores em países como o Canadá já é proibida.
O uso do andador compromete muito o desenvolvimento global das crianças. Os pais devem pensar nas conseqüências do andador antes de comprá-los. Não há criança normal que deixou de aprender a andar por falta do andador.
Obs: este artigo trata dos andadores onde as crianças ficam "sentadas". Os andadores "modernos" são aqueles onde a criança utiliza-o apenas para apoiar-se, como se estivesse empurrando um carrinho de supermercado. Para esses não há restrição.

PS.: Minha filha tem um desses "modernos" mas não gostei muito não ( e nem ela) porque parece que ele "anda" mais rápido que ela.




sábado, 11 de setembro de 2010

Pai

Pai

Eu lhe peço que abençoe meu amigo que estiver lendo esta mensagem.

Faça-lhe uma nova revelação de Seu amor e poder.

Espírito Santo, peço-Lhe que ministre o espírito dele neste momento.

Onde houver dor, conceda-lhe Sua paz e misericórdia.

Onde houver dúvida, renove-lhe a confiança na Sua capacidade de operar através dele.

Onde houver cansaço ou exaustão, peço-lhe que lhe dê compreensão, paciência e força enquanto aprende a se submeter a Sua direção.

Onde houver estagnação espiritual, peço-lhe que o renove revelando Sua proximidade e atraindo-o para maior intimidade com o Senhor.

Onde houver medo, revele Seu amor e incuta-lhe Sua coragem.

Onde houver o obstáculo de algum pecado, revele-o e quebre o poder que estiver exercendo sobre a vida dele.

Abençoe suas finanças, conceda-lhe maior visão, levante líderes e amigos para dar-lhe apoio e encoraje-o.

Dê a ele discernimento para reconhecer as forças negativas que o rodeiam e revele o poder que tem no Senhor para derrotá-las.

Obrigado meu Pai...

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Sinceramente? Não sei....



O que você vai ser quando crescer? Resposta simples de criança? Grande!!!Mas falando sério, eu  nunca tive essa resposta, quando muito pequena lembro de brincar de ser professora e de ser secretária... mas nunca soube o que realmente queria fazer,  acho que foi por isso que não fiz uma faculdade ainda, eu digo ainda pois acredito que ainda irei fazer uma....
Aí vem a pergunta: Você estuda para trabalhar no que gosta? Você trabalha naquilo que se especializou? Você trabalha no que gosta? Sente-se realizado? 
Você está fazendo o que quer da vida? Ou o que a vida quis para você? Todos sonhamos com o queremos fazer da vida e às vezes desistimos por medo de tentar, porque “não dá dinheiro”, por não ter conseguido uma oportunidade...

Segue um texto que recebi há tempos ...

 “Se você ainda não sabe qual é a sua verdadeira vocação, imagine a seguinte cena:
Você está olhando pela janela, não há nada de especial no céu, somente algumas nuvens aqui e ali.
Aí chega alguém que também não tem nada pra fazer e pergunta:- Será que vai chover hoje?
Se você responder “com certeza”… a sua área é Vendas: O pessoal de Vendas é o único que sempre tem certeza de tudo.
Se a resposta for “sei lá, estou pensando em outra coisa”… então a sua área é Marketing: O pessoal de Marketing está sempre pensando no que os outros não estão pensando.
Se você responder “sim, há uma boa probabilidade”… você é da área de Engenharia: O pessoal da Engenharia está sempre disposto a transformar o universo em números.
Se a resposta for “depende”… você nasceu para Recursos Humanos: Uma área em que qualquer fato sempre estará na dependência de outros fatos.
Se você responder “ah, a meteorologia diz que não”… você é da área de Contabilidade: O pessoal da Contabilidade sempre confia mais nos dados do que nos próprios olhos.
Se a resposta for “sei lá, mas por via das dúvidas eu trouxe um guarda-chuvas”: Então seu lugar é na área Financeira que deve estar sempre bem preparada para qualquer virada de tempo.
Agora, se você responder “não sei”… há uma boa chance que você tenha uma carreira de sucesso e acabe chegando a diretoria da empresa.
De cada 100 pessoas, só uma tem a coragem de responder “não sei” quando não sabe.
Os outros 99 sempre acham que precisam ter uma resposta pronta, seja ela qual for para qualquer situação.
“Não sei” é sempre uma resposta que economiza o tempo de todo mundo, e pré-dispõe os envolvidos a conseguir dados mais concretos antes de tomar uma decisão.
Parece simples, mas responder “não sei” é uma das coisas mais difíceis de se aprender na vida corporativa.Por quê? Eu sinceramente “não sei”.

Esse texto alguns atribuem ao empresário Antonio Ermírio de Moraes.  Outros afirmam que o texto é de autoria  é de Max Gehringer.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

3 anos de casados!!!


Parece que foi ontem que ficamos pela primeira vez... que começamos a escrever a nossa história no infinito dos nossos sonhos. Como você se tornou ao longo desses 8 anos e 10 meses que nós começamos a namorar,  infinitamente importante em minha vida?  Não sei, aconteceu! O tempo passou,o amor se fortaleceu a cada novo dia e hoje completamos 3 anos de casados, temos altos e baixos, graças a Deus mais altos do que baixos....
Comemoramos esse ano as bodas de trigo, o trigo é rico! E nessas bodas ele vem representando a fé, a fartura, a prosperidade e principalmente a união.
Como estou feliz ao seu lado, como a vida foi maravilhosa comigo direcionando os nossos caminhos ao encontro um ao outro.Nada é mais doce, forte e sublime do que o encontrar de duas almas que, sendo completas em si, sabem tirar o melhor um do outro. Por isso estou aqui e te ofereço meu amor.
Eu te ofereço meu coração aberto e forte, cheio de amor por você; minha mente aberta e ávida por aprender e entender junto contigo; minha vida para viver contigo com coragem e compaixão, amor e vontade. Será com você que quero envelhecer e aprender que, a cada momento, temos mais que aprender e viver junto.
Eu quero aprender a viver contigo a cada dia, crescermos juntos como amigos, amantes, amores. Ser sua companheira, mãe de teus filhos, buscar tua felicidade, sem que com isso eu me faça infeliz. Ser teu apoio, tua coragem, teu escudo e tua esperança para todos os momentos e saber que você será meu apoio, minha coragem, meu escudo e minha esperança em todos os meus.
Eu quero te honrar e amar por toda a minha vida, pois seremos iguais e perfeitos em nosso amor um pelo outro. Este são meus votos para contigo. Este é um casamento de iguais.
A você meu amor, só tenho a agradecer, por ser um marido maravilhoso, pai e amigo. Parabéns meu amor para nós!. 
Da sua eternamente  Cris

O que é Boda? O que esses dois malucos estão comemorando? Fique por dentro:
Boda (pronuncia-se "bôda") é a festa que celebra o aniversário de casamento. No Brasil. é costume dizer Bodas, no plural. As bodas de prata (vinte e cinco anos de casamento) e de ouro (cinqüenta) são as mais conhecidas e comemoradas.
Todas as datas e aniversários são importantes para os casais felizes. Mas enquanto as comemorações dos primeiros aniversários de casamento passam-se na intimidade, em geral as bodas maiores assumem um caráter eminentemente social. É quando a comemoração exige maior brilho e maior destaque. Em geral, não só a família, mas todos os amigos são convocados para participar do acontecimento.
Poucas pessoas conhecem a origem etimológica da palavra boda. Ela provém da palavra latina votum, que significa promessa. Desta forma, quando se diz "minha boda" estamos dizendo "minha promessa".
O anel como sinal de comprometimento, ou seja, a aliança, foi utilizada a primeira vez pela Civilização Romana repetindo-se esta tradição até hoje em outros povos. As alianças de casamento assumem um papel de grande importância nessa comemoração, pelo próprio significado do nome dado a essa jóia: aliança de ouro 
Aliança: ato ou efeito de aliar, casamento, anel de noivado ou de casamento.
Aliar ( do latim "alligare" ) : unir, fazer ligação, harmonizar, combinar, agrupar, unir em casamento, ligar-se, confederar-se, casar-se."
Conta-se que por volta de 1800 eram divididas ao meio e internamente tinham escritas frases como "Para sempre" e "Eu te amo", ou pedras encrustadas.
Embora a maioria das pessoas só conheça as bodas de prata (25) e de ouro (50), a cultura popular associou um material para cada aniversário de casamento, independentemente dos anéis, que representa uma nova etapa de vida.
Embora ocorram variações nos materiais associados, a lista abaixo é a que encontramos mais freqüentemente:


terça-feira, 7 de setembro de 2010

Ser independente!

Hoje é dia 07 de setembro, dia da independência  do Brasil. Feriado todo mundo em casa... Alguns curtindo o maior feriadão...  Mas o que significa ser independente? O Brasil é independente? Você é independente?
Achamos que ao fazer 18 anos poderemos fazer o quisermos... que ao termos nosso dinheiro seremos independentes. Mas isso é ser independente?

Em primeiro lugar, acho que independência é uma conquista conseguida com o tempo. Não é porque você tem 18 anos e atingiu a maioridade que pode fazer o que quiser, não é porque você trabalha e ganha seu próprio dinheiro que vai sair queimando ele... Tenho 32 anos, trabalho e nem por isso vou sair chutando todo mundo, queimando dinheiro! Isso é loucura não independência...
Independência envolve responsabilidade, assumir as conseqüências dos seus acertos e erros e corrigi-los. É não depender financeiramente de outros, usar sua liberdade da forma correta. Não existe essa de que para ser independente tem que cortar vínculos, que não pode ouvir conselhos... ninguém é uma ilha e todos precisamos de alguém.
Se você acha que não deve satisfação a ninguém por ser independente vai perder o emprego pois seu patrão manda em você;
Se você acha que pode gastar todo seu salário numa bela festa, vai precisar de dinheiro para pagar as contas no final do mês e então irá pedir empréstimo para seus pais ou bancos e pagar com juros sua estupidez.
Você pode ser independente morando com seus pais, sendo casado, ou até mesmo morando sozinho sem ser arrogante e prepotente... 
Lembre-se, Ser independente é saber aonde se quer chegar, é lutar por seus objetivos sem ofender, magoar... É ir a luta e conseguir as coisas pelo seus esforços..
E viva a Independência desse grande país que para chegar aonde chegou depende de muita gente.... 

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

ser amigo

“Ser amigo, é todos os dias aprender alguma coisa nova, é sempre ter algo de que se arrepender por alguma coisa que se deixou de fazer.
Ser amigo é principalmente dividir uma emoção,
saber acalentar um coração e deixá-lo voar pra longe de nós quando ele precisar.
Mas ser amigo é especialmente se recolher num cantinho e
esperar esse coração voltar pra nossa mão no momento que ele achar que é bom. ” Silvana Duboc


Ser amigo não é só estar junto nos momentos felizes, mas principalmente nos momentos complicados , tristes ou difíceis ... Há de se saber que para ter um relacionamento, qualquer um, existem regras acordadas implicitamente entre as pessoas e que essas regras devem ser respeitadas. Na amizade há de se ter respeito, consideração, humildade, tolerância, fidelidade e amor...  isso mesmo amor. Amor não é só o sexual, carnal mas o sentimento sublime de aceitação, de querer bem....
E esperamos como em toda relação que o sentimento seja recíproco. Afinal a gente quer ser amigo, mas também precisamos de  um ombro amigo para dividirmos a vida! Não se trata de uma competição, de quem fez mais pelo outro, ou jogar na cara do outro quando esse faltou. Isto é falta de Tolerância e não cabe na amizade.
As pessoas são diferentes em temperamentos, atitudes... e ser amigo é entender isso, passar por cima, aceitar , entender, suportar isso... porque seus momentos também serão suportados! Nenhum de nós é o supercertinho, todos temos defeitos, cometemos erros, falhamos... e precisamos ser humildes para reconhecermos isso...
Ultimamente ando negligenciando minhas amizades. São muitas coisas acontecendo e ainda não consegui achar meu ponto de equilíbrio. Espero que meus amigos entendam e me perdoem ...

domingo, 5 de setembro de 2010

Calças molhadas




Há um menino de nove anos sentado à sua carteira e de repente há uma  poça entre seus pés, e a parte dianteira de suas calças está molhada. Nunca havia acontecido antes, e sabe que quando os meninos descobrirem nunca o deixarão em paz.Quando as meninas descobrirem, nunca mais falarão com ele enquanto viver.
O menino acredita que seu  coração vai parar; abaixa a cabeça e reza esta oração: "Querido Deus, isto é uma emergência! Eu necessito de  ajuda agora! Mais cinco minutos e serei um menino morto". Levanta os olhos de sua oração e vê a professora chegando com um olhar que diz que foi descoberto.
Enquanto a professora está  andando até ele, uma colega chamada Susie está carregando um aquário cheio de água. Susie tropeça na frente da professora e despeja inexplicavelmente a água no colo do menino. O menino finge estar irritado, mas ao mesmo tempo interiormente diz
"Obrigado, Senhor! Obrigado, Senhor! " 
De repente, em vez de ser objeto de ridículo, o menino é objeto de compaixão.

Finalmente, no fim do dia, enquanto estão esperando o ônibus, o menino caminha até Susie e lhe sussurra, "você fez aquilo de propósito, não foi? " E Susie lhe sussurra, "eu também molhei minha calça uma vez".

Possa Deus nos ajudar a ver as oportunidades que sempre estão em torno de nós para fazer o bem.
  Lembrem-se... apenas ir à igreja não o faz um cristão, da mesma  forma que ficar em sua garagem não o transforma em um carro. Cada um e todos nós estamos atravessando épocas difíceis agora, mas  Deus está pronto para abençoar-nos de uma maneira que somente Ele pode fazer. Mantenha a fé. 
Esta oração é poderosa, e oração é um dos melhores presentes que nós  podemos receber. Não há nenhum custo mas muitas recompensas. Vamos continuar a rezar uns para os outros. 
(Não conheço o autor)

Oração
Pai, abençoe meus amigos, parentes e aqueles com os quais me preocupo profundamente e que estão lendo esta oração agora. Mostre-lhes uma nova revelação de seu amor e poder. 
Espírito Santo ministre seu espírito neste momento. Onde há dor, dê paz e piedade. Onde há dúvida, libere uma confiança renovada com sua graça. Onde há necessidade, que seja suprida. 
Abençoe seus lares, famílias, finanças, suas idas e suas vindas. Amém.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Amizade...

Li um texto sobre amizade e comecei a pensar o que é amizade? Quando ela começa? Como ela é feita? Ninguém compra um amigo, ou chega e pergunta : “Quer ser meu amigo?” As coisas acontecem ... a gente não sabe como começa mas sabe como termina ...
Você sabe em que momento nasceu as suas amizades? Tem certeza de que são amizades ou são simplesmente companheiros?
Tenho alguns amigos, e tenho muitos companheiros.... mas o mais engraçado disso tudo foi que quando li o texto sobre amizade lembrei de como nasceu uma amizade minha.
“ Você pode namorar com ele, você pode terminar com ele, mas minha amizade com ele nunca vai mudar... e não tente afastar a gente ou tentar mudar isso. Pois namoros vem e vão, mas a nossa amizade é para sempre!”  E assim ganhei uma amiga... isso mesmo fui ameaçada, não sou boba! Sei que fui ameaçada e que meu namoro estava em risco se me “metesse” na relação deles, mas para que eu ia fazer isso? E hoje somos mais amigas do que ela é do meu marido!
Ela esteve conosco em nosso noivado, já me fez chorar ao me abraçar na virada de ano de 2006/2007 ao lembrar que seria o ano do meu casamento, me acompanhou ao escolher coisas para minha filha, esteve comigo quando minha filha nasceu... E agora espero que ela me deixe fazer parte dos novos acontecimentos da vida dela e espero que ela seja muito feliz! Obrigada por ser minhado  amiga, e ter me aceitado no seu círculo de amigos...
“Amigos, você e eu. você trouxe outro
amigo... e então somos 3... Iniciamos um grupo...
nosso ciclo de amigos... não existe início nem fim.”


quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Às vezes


Às vezes, o caminhar é lento, mas o importante é não parar.
Mesmo um pequeno progresso é um avanço na direção certa. 
E qualquer um é capaz de fazer um pequeno progresso. 
Se você não pode conquistar algo importante hoje, conquiste algo menor. 
Pequenos riachos se transformam em rios poderosos. 
Continue em frente. 
O que de manhã parecia fora do alcance, pode ficar mais próximo à tarde se você continuar em frente. 
O tempo que usar trabalhando com paixão e intensidade aproximará você do seu objetivo. 
É bem mais difícil começar de novo se você para completamente. 
Então, continue em frente. 
Não desperdice a chance que você mesmo criou. 
Existe algo que pode ser feito agora mesmo, ainda hoje. 
Pode não ser muito, mas fará com que você continue no jogo. 
Caminhe rápido enquanto puder. Caminhe lentamente quando for preciso. 
Mas, seja o que for, continue andando...
(desconheço o autor - recebido por e-mail)


Siga em frente sempre, não importe se é tão rápido que não perceba para onde está indo ou se é tão devagar que dá a sensação de estar estagnada... O importante é estar em movimento, é seguir adiante...
A vida é cheia de novas oportunidades, novas realizações basta você se der a chance de tentá-las....